A CEDAE

História

1701 a 1900

1853

Serviço de limpeza das casas da cidade do Rio de Janeiro e do esgoto das águas pluviais

Lei nº 719 de 28/09/1853. O Governo de d. Pedro II contrata o “Serviço de limpeza das casas da cidade do Rio de Janeiro e do esgoto das águas pluviais, com João Frederico Russel”;

1857

Contrato para esgotar as ruas e os prédios da área central da cidade

Contrato de 25/04/1857, aprovado pelo Decreto nº 1929 de 26/04/1857, assinado por João Frederico Russel e Joaquim Pereira de Vianna de Lima Junior – ficaram os contratantes com o privilégio de esgotar as ruas e os prédios da área central da cidade, com cerca de 4,24 km² durante 90 anos consecutivos, terminando em 24/04/1947.

1863

The Rio de Janeiro City Improvements Company Limited

O contrato de 1857 admitiu a constituição de ema empresa fora do país, com capitais estrangeiros (ingleses), a The Rio de Janeiro City Improvements Company Limited, conhecida depois como City, para a qual o contrato de Russel e Lima Junior foi transferido, em maio de 1863;

1864

Estação Elevatória e de Tratamento do 3º Distrito

Fevereiro de 1864 – inaugurada a Estação Elevatória e de Tratamento do 3º Distrito, para esgotar inicialmente 1.200 casas, das 14.600 existentes na área do mesmo. A solenidade de inauguração contou com a presença do próprio Imperador D. Pedro II e do seu Ministro de Obras Públicas.

1866

Inaugurados oficialmente os 1º e 2º Distritos.

Junho de 1866 – inaugurados oficialmente os 1º e 2º Distritos. Os 3 Distritos juntos atenderam a uma população contribuinte de 180.000 habitantes, com 15.155 prédios esgotados;

1871

Tanques fluxíveis

Funcionamento precário da rede, face a extrema falta d’água, segundo relatório da City – motivo para instalação de tanques fluxíveis (reservatório subterrâneo que realiza descargas periódicas em canos de esgoto para evitar obstruções).

1875

2º Contrato de Esgotos à City

1875 – 18 de dezembro de 1975 – Decreto 6069, outorga o 2º Contrato de Esgotos à City;

1890

3º Contrato no Governo Republicano

Decreto 783 e 784 – assinado o 3º Contrato no Governo Republicano do Marechal Deodoro da Fonseca, com o fim de esgotar os bairros de Jardim Botânico e Gávea, parte do Andaraí, Engenho Novo e Engenho do Dentro;

1899

Esgotamento da Tijuca até a Usina

Decreto 3540 – no governo de Campos Sales (1898/1902) – autoriza a City a esgotar a Tijuca até a Usina, como acréscimo do 4º Distrito;

1901 a 1940

1906

Esgotamento do Leme, Copacabana e Ipanema

Esgotamento do Leme, Copacabana e Ipanema (até a rua Farme de Amoedo) adotando o “Sistema Separador Absoluto”. Os esgotos são conduzidos para a Casa de Máquinas da rua Francisco Sá e recalcados para o Leblon;

1910

Ilha de Paquetá

Esgotamento da Ilha de Paquetá;

1911

Despejos industriais

Acordo com a City e o Governo Federal, para que a mesma receba em sua rede os despejos industriais;

1912

Esgotamento do Cais do Porto

Esgotamento do Cais do Porto, entre o Arsenal de Marinha e a Foz do Canal do Mangue;

1913

Sistema Separador Absoluto

Adotado o Sistema Separador Absoluto. Esse sistema também foi aplicado e gradativamente nas áreas anteriormente esgotadas, pelo qual a rede de esgotos recebia somente a contribuição dos despejos sanitários. Assim sendo, as casas novas, ainda não esgotadas, e as casas esgotadas, mas reconstruídas a partir de 1º de janeiro de 1913, tiveram de adotar o Sistema Separador Absoluto.

1934

Esgotamento do Leblon, Ipanema, Lagoa Rodrigo de Freitas e Urca

Decreto 24532/34 – determina o esgotamento do Leblon, Ipanema, Lagoa Rodrigo de Freitas e Urca a cargo da Inspetoria de Águas e Esgotos do Ministério da Educação e Saúde. As obras forma iniciadas em 1935 e concluídas em 1938, na administração do Serviço de Águas e Esgotos do Distrito Federal, que substitui a Inspetoria;

1938

Esgotamento da Urca e Penha Circular

Esgotamento da Urca e Penha Circular – concluído em 1940;

1940

ETE da Penha

Construída a Estação de Tratamento de Esgotos da Penha;

1941 a 1960

1945

SAE transformado em SFAE

Transformação do Serviço de Águas e Esgotos do Distrito Federal no Serviço Federal de Águas e Esgotos do Ministério da Educação e Saúde;

1946

Transferido os serviços para a PDF

Transferido os serviços para a antiga PDF, subordinados ao Departamento de águas e esgotos da Secretaria Geral de Viação e Obras Públicas;

1947

Serviços e o pessoal da City incorporados ao DAE

Terminado o Contrato da Companhia City. Seus serviços, e o pessoal, foram incorporados ao DAE, onde constituíram o Serviço de Esgotos, abrangendo toda a área esgotada da cidade.

1954

Serviço de Esgotos transferidos para DAE;

O Decreto 12453 de 1954, extingue o Serviço de Esgotos e transfere seus encargos para a 4ª Divisão do DAE;

1957

SURSAN

Lei 899 de 28 de novembro de 1957 – cria a SURSAN, Superintenderia de Urbanização e Saneamento, absorvendo o acervo e os encargos de esgotos sanitários do DAE, passando-os para o Departamento de Esgotos Sanitários – DES.

1958

Comissão de Planejamento dos Esgotos Sanitários

Criada a Comissão de Planejamento dos Esgotos Sanitários – COPES – através de convênio com o Ministério da Saúde, até 1969;

1961 a 1980

1965

Departamento de Saneamento

Decreto “N” 351/1965 – transforma o DES em Departamento de Saneamento, até 1972

1972

Empresa de Saneamento da Guanabara – ESAG

Lei 2027/72 – Autoriza o governo do Estado a criar a Empresa de Saneamento da Guanabara – ESAG – efetivada pelo Decreto “E” 5.793/72 com o encargo de dirigir e administrar os serviços de esgotos sanitários e dar combate aos mosquitos em toda a área do Estado da Guanabara.

1974

Fusão dos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro

Lei complementar nº 20/1974 determina a fusão dos estados da Guanabara e do antigo Estado do Rio de Janeiro;

1975

Emissário Submarino de Ipanema

Conclusão das obras do Emissário Submarino de Ipanema (26/09/1975), com 4.350 m de extensão.

Criação da CEDAE

Criada a CEDAE, como sociedade de economia mista, em 1º de agosto de 1975, com base na autorização dada pelo decreto-lei nº 39 de 24 de março de 1975, absorvendo a CEDAG, a ESAG e a SANERJ.


Você sabia?

A Cidade do Rio de Janeiro foi a terceira cidade do mundo a ser dotada de rede de esgotos sanitários, precedida por Londres (1815) e Hamburgo (1842). Somente Londres, como Capital se antecipou ao Rio, na construção de suas redes de esgotos.

História do Tratamento de Esgosto

 
Search
18 film izle
erzurum escort
nice indian boob facts of life xxx
evden eve nakliyat paketleri ofis tasima fiyatlari
gaziantep escort